Postagens populares

sexta-feira, 9 de março de 2012

historia mc anitta

Minha História


Acho que nada melhor para começar do que contando a minha história...

Eu nunca fui a menina mais amada do colégio, mas sem dúvida a mais polêmica. Sempre amei aparecer. Meu jeito brincalhão e espontâneo deixava uma certa curiosidade nas pessoas quanto à minha personalidade. Mas pra falar a verdade ela não era tão complexa quanto parecia. Na verdade era bem simples, quem observasse corretamente veria uma menininha que adoraaaaaaaaaava curtir, e não tava nem aí para o que os outros iam pensar, mas bem, como toda ariana, isso só na hora. Depois das doidisses o medo de "sei lá o quê" sempre deixava a garotinha pra baixo. Ah, coisa da cabeça dela rs. Esta na verdade nem sabia de nada, só tava cantando, dançando, se requebrando, tagarelando...como sempre.

Como eu disse ali em cima, eu ADORO aparecer. Na verdade, eu não gosto muito de adorar isso rss...não sei se me entendem, mas é involuntário.

Sonhava em ser FAMOSA. Era "tudo na minha vida", eu via Tv e ficava imitando as atrizes, as cantoras e tal...isso bem novinha. Eu dizia, "ô mãe eu vou aparecer na Tv e vou ser famosa que nem a Xuxa"...tadinha rs. Eu fazia show para as Barbies e pros vidros de perfume que eu fingia ser o Ken por não ter um.

Sempre fui muiiiiiiiiiito estudiosa. Tirava as melhores notas. Mas na minha cabeça os estudos eram só o que eu tava fazendo enquanto não era descoberta. Que tudo mudaria e eu seria uma diva. hahahah Olhem a cabeça da criança, coitada.

Não tinha vergonha de NADA, dançava e cantava aonde fosse e, é claro, não paraaaaaaava de falar.

Aos 6 anos não havia uma criança que me ganhasse na competição de dança ou no karaokê nas festinhas infantis...minha mãe fotografou todos esses momentos...é claro que eu não as olho, ou ia querer criar uma máquina do tempo só pra voltar lá e mandar a "eu-criança" deixar de ser retardada rss.

Meu avô sempre foi músico, tocava na igreja e eu ficava lá olhando os ensaios e cantando baixinho. Um dia uma beata me escutou e insistiu pra eu cantar um dia lá na missa. Lá fui eu aos 8 anos cantar na igreja, não conseguia nem carregar o microfone...cantei em casamentos e mais um monte de celebrações dessas.

Depois eu entrei pra dança de salão, dei aula uns tempinhos e fui cantar nos bailes depois de tanto meu pai me insistir.

Mas aí eu resolvi ser funkeira. Embora eu seeeeeeeeeempre tenha sido muito namoradeira e adorasse paquerar os garotinhos do colégio, no baile funk era diferente...eu ia única e exclusivamente pra rebolar a poupança. Muita água e estiramentos na coxa. Ao lado do gato do meu irmão rs claro, que assegurava que nenhum engraçadinho chegasse perto enquanto eu tava lá mega concentrada no meu ritual da dança.

Enfim, já to chegando lá.

Acontece que toda essa minha maluquice me levou sim a algum lugar...
Um belíssimo e abençoadíssimo dia eu resolvi brincar de maluca de novo e fazer um vídeo cantando e dançando funk. O vídeo era uma coisa muito mongol, eu dançava com um vidro de perfume na mão fingindo que aquilo era um microfone...cantava e no final ainda fingia apresentar o programa da Furacão 2000 como a Priscila Nocetti.

Eu sinceramente não sei porque...mas MUITA gente viu isso. Inclusive um produtor da furacão, ele me mandou um email e pediu pra eu ir lá fazer um teste. Eu é claro não me contive, saí gritando a notícia pra todo mundo.

Depois que fiz o teste eles resolveram investir em mim e fizeram músicas que hoje são o motivo da minha maior felicidade. Já fazem sucesso, eu apareço na tv no dvd na rádio...como aquela criança dizia que seria(pentelhando a mãe)a uns anos atrás. Um sonho realizado...enfim.




2 comentários:

  1. Parabéns Anitta/Larissa você verdadeiramente é uma vencedora! s2

    ResponderExcluir
  2. PRE-PARA
    QUE AGORA É A HORA,
    DO SHOW DAS PODEROSAS,
    QUE DESCEM REBOLAM
    AFRONTAM AS FOGOSAS *-*

    ResponderExcluir